Cabelos na maturidade – Yamá Cosméticos

82

Quais as consequências do passar dos anos para a estrutura do fio.

Conforme a idade avança vamos ficando mais experientes, maduros e com mais conhecimentos. Porém, o passar dos anos também deixa marcas no nosso corpo. E os cabelos na maturidade tendem a se modificar.

Além dos famigerados fios brancos, as mulheres com mais de 50 anos ainda experimentam outras questões como fragilidade, queda e porosidade. Quer entender melhor o motivo por trás dessas mudanças e ver dicas para transformar os seus fios? Continue a leitura!

Cabelos na maturidade: quais as principais alterações?

Como dissemos na introdução, a maturidade também traz alterações significativas na estrutura do fio capilar. Veja as mais comuns.

Rarefação

Em geral, após a menopausa, as mulheres passam a sentir que estão ficando com os cabelos mais “ralos”, principalmente no topo da cabeça, sendo que em alguns casos podem até mesmo aparecer falhas visíveis.

Normalmente, a genética está por trás desse problema, além das alterações hormonais. Por isso, se a sua mãe tem os cabelos mais ralinhos, é possível que, quando chegar a menopausa, você também passe por essa situação.

Fios mais finos

Além da perda de cabelo, muitas mulheres com mais de 50 anos podem notar que os fios estão ficando mais finos. Isso acontece devido à perda natural de massa capilar – o que dá a sensação de menos volume e, ainda, torna o fio mais suscetível à quebra.

Ressecamento e falta de brilho

Conforme os anos vão passando, é normal que o couro cabeludo passe a produzir menos óleo, o que causa um ressecamento mais acentuado das madeixas.

Com a hidratação reduzida, outro problema comum é a falta de brilho, deixando o cabelo opaco e com uma aparência sem vida.

Cabelos brancos

É claro que a maturidade também trará a presença dos fios brancos e grisalhos. Normalmente, a partir dos 50 anos, a questão fica mais intensa. No começo, esses fios mais clarinhos podem aparecer tão fortes quanto os da cor natural. Porém, com o tempo, eles também começam a afinar e ficam mais frágeis.

Por que essas mudanças acontecem?

Os hormônios são a principal causa de muitas das questões relacionadas aos cabelos maduros. Mas não são os únicos “culpados”. Quem trabalha na área explica que, conforme os anos vão se passando, é comum haver um encurtamento da fase de crescimento dos fios, chamada de anágena.

Assim, os folículos terminais, ou seja, aqueles cabelos mais grossos tendem a se transformar em pelos velos, que são fios muito finos – o que leva à uma diminuição e rarefação capilar.

Além disso, conforme a idade avança, o crescimento capilar fica mais lento, o que também contribui para essa sensação de menos cabelo.

Já o surgimento dos fios brancos acontece devido à redução da melanina e dos melancócitos (células que produzem os pigmentos). Acredita-se hoje em dia que os radicais livres tenham uma forte influência no processo, pois eles interferem na formação da melanina no interior dos pelos, fazendo com que os fios brancos surjam com mais intensidade.

Quais as dicas para cuidar dos cabelos na maturidade?

Já deu para notar que são muitas as alterações dos cabelos na maturidade, não é mesmo? Mas a boa notícia é que existem medidas capazes de reduzirem ou melhorarem essas questões.

Veja as principais dicas que separamos:

  • invista em máscaras potentes de nutrição e hidratação;
  • faça uma reconstrução capilar, ao menos, uma vez por mês com ingredientes que ajudem a devolver a massa perdida ao cabelo, como queratina e ceramidas;
  • estimule o couro cabeludo para melhorar a irrigação sanguínea e ajudar o fio a absorver esses tratamentos;
  • use linhas específicas de antienvelhecimento;
  • se a ideia é tingir os fios brancos, é preciso cuidar muito bem deles antes do procedimento, pois a química pode torná-los ainda mais frágeis;
  • depois de tingir, intensifique os tratamentos;
  • se for deixar os fios brancos, use produtos específicos para cabelos grisalhos que ajudam a dar mais brilho e conter o amarelamento.

Quem já está sofrendo com a rarefação dos fios pode investir em cortes que ajudem a trazer mais volume, além de buscar orientação médica para garantir que a queda está relacionada a idade e não a outros problemas de saúde, como a alopecia androgenética que merece cuidados específicos.

Gostou de saber mais sobre os cabelos na maturidade? Se você ainda tem alguma dúvida, é só deixar um comentário pra gente!


Fonte: Yama

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Visagismo Brasil.

Comentários